Arquivo

Archive for maio \16\UTC 2014

Weblogic como Serviço do Windows

    Weblogic no windows para mim não é uma coisa muito comum, mas existe, acredite, Existe!
    Nem sempre o instalador cria um serviço para subir o weblogic, isso faz com que você tenha que deixar um prompt de comando sempre preso rodando o weblogic. Para criar um serviço no windows para o weblogic e simples.

  1. Cria-se um arquivo “criarServico.cmd” com as seguinte variáveis.

    echo off
    SETLOCAL
    set USERDOMAIN_HOME=C:\Oracle\Middleware\domains\Curso
    set SERVER_NAME=AdminServer
    set DOMAIN_NAME=Curso
    set WL_HOME=C:\Oracle\Middleware\wlserver_10.3\server
    set PRODUCTION_MODE=true
    set MEM_ARGS=-Xms1024m -Xmx1024m
    set HOST=192.168.1.100
    set PORT=7001
    set MAX_CONNECT_RETRIES=2
    set JAVA_OPTIONS=-Dweblogic.Stdout=”C:\Oracle\Middleware\domains\Curso\stdout.txt”
    call C:\Oracle\Middleware\wlserver_10.3\server\bin\installSvc.cmd”
    ENDLOCAL

    Algumas Explicações:

    USERDOMAIN_HOME= Caminho do seu Domínio
    SERVER_NAME= Nome do AdminServer
    WL_HOME= Caminho da instalação do weblogic
    PRODUCTION_MODE= Se a instalação é Produção ou Desenvolvimento
    HOST= IP do AdminServer (ou localhost)
    PORT= Porta do Admin (por default é instalando na 7001)
    MAX_CONNECT_RETRIES= Número de vezes que o windows vai tentar subir no caso de erro
    JAVA_OPTIONS= Incluir um arquivo de log, se ocorrer erro verifique esse arquivo

  2. Trocando o nome do Serviço

    O serviço é criando através do script installSvc.cmd que é chamando pela primeiro script que criamos para alimentar as variáveis do seu ambiente. Esse script por padrão coloca o nome do serviço de
    beasvc +DOMAIN_NAME +SERVER_NAME caso queria trocar o nome do serviço, edite o arquivo installSvc.cmd e troque o nome beasvc para o nome de sua preferência. Ex:

    De: -svcname:beasvc
    De: -svcname:weblogic

  3. Excluíndo o servido
    Caso queira excluir o serviço execute esse comando no prompt.

    sc delete “nome do serviço”

Anúncios
Categorias:weblogic Tags:

Linux Liberando Portas < 1024

Sistemas Operacionais Linux usuário não root não tem permissão pra para utilizar portas menores que 1024, para poder utilizar servidor de aplicação nessas portas é preciso criar uma regra utilizando i iptables do linux. Veja como:

  1. Regra para portas 443, sempre que ela for chamada redireciona para 4443

    iptables -A INPUT -i eth0 -p tcp –dport 443 -j ACCEPT
    iptables -A INPUT -i eth0 -p tcp –dport 4443 -j ACCEPT
    iptables -A PREROUTING -t nat -i eth0 -p tcp –dport 443 -j REDIRECT –to-port 4443

  2. Regra para portas 80, sempre que ela for chamada redireciona para 8080

    iptables -A INPUT -i eth0 -p tcp –dport 80 -j ACCEPT
    iptables -A INPUT -i eth0 -p tcp –dport 8080 -j ACCEPT
    iptables -A PREROUTING -t nat -i eth0 -p tcp –dport 80 -j REDIRECT –to-port 8080

  3. Para salvar o iptables

    iptables-save -c > /etc/iptables.rules
    vi /etc/rc.d/init.d/iptablesload

    #!/bin/sh
    iptables-restore < /etc/iptables.rules
    exit 0

    chmod 755 /etc/rc.d/init.d/iptablesload
    cd /etc/rc.d/rc3.d
    ln -s ../init.d/iptablesload S92iptablesload
    cd /etc/rc.d/rc5.d
    ln -s ../init.d/iptablesload S92iptablesload

  4. Para listar o iptables

    iptables –list

  5. Para consultar as regras ativas no iptables

    iptables -t nat -L -n -v

Categorias:Sjsas, linux, weblogic Tags:,